“Meu rendimento melhorou muito depois que vim para o presencial”, afirma gaúcho com 10 aprovações

Hey, você! É você mesmo que está lendo este texto! Talvez se identifique com o Cristyan Gonçalves, que sonha em ser policial. Com apenas 22 anos, ele já conquistou 10 aprovações em concursos. Desde 2013 o Cristyan se prepara para a conquista deste objetivo. O concurseiro conheceu o AlfaCon por meio de um amigo e com as falas motivacionais de Evandro Guedes decidiu estudar. Filho de policial militar, estuda no presencial desde 2015 e busca vaga na Polícia Federal ou Rodoviária Federal.

“Desde criança eu já tinha esse foco de ser policial”, afirma Cristyan. Ele via o pai, que chegava em casa fardado, e ficava encantado. Infelizmente, uma tragédia impediu que o pai continuasse ao lado dele. Em uma ocorrência policial, foi baleado e não resistiu ao ferimento. Cristyan percebeu que sua jornada seria ainda mais difícil, porém, tirou disto força para continuar sua trajetória.

Com o tempo de estudo e cansaço, o rendimento de Cristyan passou a diminuir, pois a falta do apoio emocional do pai aumentava cada vez mais. Neste momento, ele decidiu mudar e encarar a rotina no Presencial de Cascavel, onde voltou a ter resultados positivos.

Esforçado, o alfartano segue um cronograma intenso: ainda cedo, ele começa o estudo no CTA (Centro de Treinamento Alfacon), onde permanece até o fim da tarde. À noite, vai para a aula e por volta das 23h o compromisso é na academia.

Ele conta que desde quando começou a estudar para concursos segue rotina de treino, porque além de aprimorar o TAF (Teste de Aptidão Física), os exercícios são uma maneira de aliviar o cansaço mental e o estresse.

Com tamanha dedicação, Cristyan tem colecionado aprovações. A primeira delas foi para a Polícia Militar, depois vieram outras nove. O alfartano usa esses resultados como motivação e procura ainda mais inspiração em professores, entre eles, Evandro Guedes, que para Cristyan, tem papel de pai.

“A gente tem uma relação de amizade forte, independente de relação de aluno, eu sempre costumo dizer na internet que eu sou assim sempre, porque vocês estão sendo treinados todos os dias e é necessário um apoio”, diz Evandro.

Com este apoio, o Cristyan vai ainda mais longe!

“Tem que lutar todo dia, tem que acordar cedo, dormir tarde e tem que pensar que uma hora as coisas vão fazer sentido”, afirma o concurseiro.

Confira na íntegra essa e outras histórias da série QG AlfaCon no nosso canal no YouTube. Acesse:

Compartilhe esta notícia!